Eric Clapton critica propaganda das vacinas contra a Covid-19

Músico queixa-se da sua experiência “desastrosa” com as tomas da AstraZeneca.

Fonte: SmoothFM

Numa carta ao ativista contra o confinamento Robin Monotti Graziadei (um arquiteto italiano enraizado no Reino Unido), Eric Clapton criticou a “propaganda” a favor das vacinas contra o vírus da covid-19 e da sua garantia de saúde para os vacinados.

Neste texto endereçado a Graziadei e tornado público na plataforma Telegram, Eric Clapton queixa-se da sua experiência com as tomas da AstraZeneca: “mal tomei a primeira dose da AZ, tive logo reações severas que duraram dez dias”.

Seis semanas depois, quando levou a segunda dose, Eric Clapton recorda que as suas “mãos e pés congelaram, paralisaram e arderam, e tornaram-se inúteis durante duas semanas. Temi que não voltasse a tocar outra vez (sofro de neuropatia periférica e eu nunca deveria estar próximo de uma agulha). Mas a propaganda clamou que a vacina era segura para todos”.

Eric Clapton tem sido um crítico duro de medidas profiláticas para a pandemia da covid-19, como o confinamento e os seus efeitos para a indústria da música ao vivo. O guitarrista juntou-se a outro crítico dos confinamentos, Van Morrison, para o tema ‘Stand and Deliver’, que revertia a favor do Lockdown Financial Hardship Fund, fundo criado pelo cantor norte-irlandês para apoiar músicos seriamente afetados pela paragem da música ao vivo, por causa das regras sanitárias de confinamento.

Nesta carta aberta, Eric Clapton lamenta que a canção ‘Stand and Deliver’ tenha sido “desprezada”. O guitarrista inglês teme que a “música ao vivo nunca mais volte a ser a mesma”, depois deste ano de paragem naquela área de espetáculos.

Os utentes do sistema de saúde pública do Reino Unido têm sido informados pelas autoridades do país quanto aos efeitos colaterais das tomas da vacina AstraZeneca que poderão acontecer como dores, febre, arrepios, má disposição, náusea, vómitos, diarreia, fadiga, tonturas ou dores abdominais. Os efeitos da vacina, a acontecerem, são claramente inferiores a eventuais casos de infeção pela covid-19, que tem sido letal e danosa em todo o planeta.

Gostaste desta noticia?

Classificação média 0 / 5. Classificações até ao momento: 0

No votes so far! Be the first to rate this post.

Next Post

Maya Zuda - Discografia/Biografia

Por Semila Quilenda Idionette Patrícia Manuel Pinto é atriz e cantora Angolana nascida a 8 de Maio de 1991 em Luanda, Município das Ingombotas. Maya Zuda como é carinhosamente tratada […]
Translate »